Adolescente toca fogo em mulher na Praça do Elevador Lacerda

Uma mulher identificada como Patrícia dos Santos, 36 anos, teve 50% do corpo queimado, na madrugada desta quinta-feira (11), após ser atacada enquanto dormir, na Praça do Elevador Lacerda, na Cidade Baixa. Moradora de rua, Patrícia deu entrada no Hospital Geral do Estado (HGE), onde permanece internada em estado considerado estável.

A vítima, que foi socorrida até a unidade de saúde por uma equipe do Salvar, afirmou que um adolescente de 17 anos é o autor do crime. À Polícia Civil, a mulher relatou que o jovem, que apontou como sendo um traficante da região, atirou álcool em seu corpo e, em seguida tocou fogo.

O suspeito de cometer o crime se apresentou espontaneamente no posto policial do HGE, na tarde desta quinta-feira, disse que estava sendo acusado de cometer o ataque e questionou o estado de saúde de Patrícia. Aos policiais civis, negou a afirmação da vítima e, ainda, a informação de que era traficante.

Dois agentes do Serviço de Orientação e Inteligência (Soint) da PM, no entanto, chegaram no momento e reconheceram o adolescente como o responsável por homicídios na localidade, além de chefiar o tráfico na região da praça em que a vítima foi atacada.

Após a chegada de uma plantonista da Delegacia do Adolescente Infrator (DAI), o suspeito foi levado até a vítima, que reafirmou que era ele o autor do crime. Conforme informações do Posto Policial Civil do HGE, o adolescente foi apreendido.

Procurada pelo CORREIO, a Polícia Civil confirmou as suspeitas contra o jovem e afirmou, ainda, que ele foi apreendido por “ato infracional análogo à tentativa de homicídio” contra Patrícia e, em seguida, encaminhado até o Ministério Público Infância e Juventude.

Aina de acordo com a polícia, as investigações preliminares indicam que a motivação do crime foi vingança pelo término do relacionamento do adolescente com uma familiar da vítima.

Ca