Líder comunitário ligado a Bruno Reis e Aleluia é executado pelo tráfico

O líder comunitário Jackson Meireles Pereira foi executado a tiros na noite de sexta-feira (28/02), no bairro de São Cristóvão, em Salvador. O crime aconteceu por volta das 19h, em via pública, na comunidade de Yolanda Pires.

De acordo com a fonte do Informe Baiano, a vítima, também conhecida pelo apelido de ‘Carreirinha’, era ligada ao vereador Alexandre Aleluia e chegou a trabalhar com outros políticos. Na última campanha, em 2018, também apoiou o candidato derrotado a deputado federal José Carlos Aleluia. Ele também era entusiasta do pré-candidato à prefeitura da capital, o vice-prefeito Bruno Reis.

Ainda de acordo com a fonte do IB, ‘Carreirinha’ foi morto por traficantes de drogas que atuam na localidade do Planeta dos Macacos.

O homem, que era funcionário de uma terceirizada da prefeitura de Salvador, deixa um filho. A atuação dele na região ocorria por meio de serviços públicos, como asfaltamento e iluminação. Também era responsável pela organização de um famoso ‘Baba de Saia”. A autoria e motivação do crime são investigadas pelo Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).

Fonte: Informe Baiano