Neto diz que projeto de Rui de implantar PPPs na Embasa não passa sem aval da prefeitura

Em meio a confirmação do governador Rui Costa (PT) do desejo de ampliar cada vez mais o número de PPPs [Parcerias público-privadas] na Embasa, sob a justificativa da falta de repasses federais, o prefeito ACM Neto (DEM) antecipa que a implementação do projeto não passa sem o aval da prefeitura.

Conforme um Site publicou em primeira mão, esse seria o primeiro passo para o gestor dar largada ao projeto de privatização do orgão, há muito na gaveta.

“Ele [Rui] vai ter que conversar com a prefeitura, pois nenhuma empresa privada vai fechar com a Embasa sem que exista um contrato com a prefeitura. Não estou fechado ao diálogo, estou aberto e quando ele quiser chamar para conversar sobre o tema estou à disposição”, frisou, admitindo, inclusive, que a empresa precisa de capital urgentemente e investir na cidade.

Porém, não deixou de pontuar que seria bom que o governo começasse reconhecendo os erros que cometeram no passado.

“Diferente do que o PT fez no passado e o próprio governador fez, não queremos enfrentamento político nesse tema. Claro, que seria bom que começassem reconhecendo os erros que cometeram no passado quando julgaram decisões passadas em relações a Embasa. Já me reuni com o prefeito de Feira de Santana, Colbert Martins, vamos conversar com outros gestores e estaremos à disposição. Agora por cima da prefeitura nem da de nenhuma outra que precise ter contrato vai acontecer”, reafirmou