5 sintomas de infertilidade que você jamais deve ignorar se pretende ter filhos

A regra geral é que se você tem idade menor que 35 anos e ainda deseja aumentar a família é tentar engravidar por um ano antes de procurar ajuda de um especialista. Contudo, se você tiver alguns dos sintomas listados nessa matéria, é melhor não esperar por tanto tempo assim e já marcar uma consulta com o médico.

O tratamento não vai ajudar apenas a engravidar de forma mais rápida, mas também vai ajudar a detectar qualquer outro tipo de problema de saúde potencialmente sérios. A boa notícia é que a maior parte dessas condições pode ser resolvida com tratamento a base de medicamentos ou em alguns casos pode ser necessária uma cirurgia.

Portanto, fique atenta aos sintomas abaixo e se apresentar qualquer um deles procure ajuda de um profissional da área.

Ausência do ciclo menstrual

Após fazer a interrupção do remédio anticoncepcional, o corpo pode levar alguns meses para poder se equilibrar. Contudo, caso não menstrue depois de três meses é melhor buscar a ajuda de um médico. “A ausência de menstruação sugere que a mulher não está ovulando e tem poucas chances de engravidar sem assistência”, explicou a especialista Doutora Lorna Marshall.

Ciclo irregular

Caso o ciclo fique irregular, talvez seja mais difícil saber quando vai estar ovulando. Nessas situações a mulher pode sofrer com SOP – Síndrome do Ovário Policístico, amenorreia hipotalâmica ou alguns distúrbios da tireoide. Ciclos irregulares também pode ser indício de endometriose ou insuficiência ovariana precoce. Nesses casos é como se os sinais de envio de hormônio do cérebro não estivessem ligados.

Sangramento entre os ciclos

No geral, a mulher somente deve ter sangramento durante o ciclo. Quando isso ocorre fora do período é chamado de escapes. Quem tem esse problema pode ter mioma ou até mesmo uma lesão cervical. Além da preocupação de uma possível gravidez, é importante verificar se não é algo mais sério.

Sangramento intenso durante o ciclo
Caso precise trocar o absorvente de hora em hora, tem liberação de coágulos maiores que uma moeda ou fica mais de sete dias menstruada, certamente seu ciclo é anormalmente intenso. Geralmente, pode ser provocado por miomas uterinos ou algum distúrbio endócrino, ou de sangramento.

Dor pélvica e cólicas intensas

Caso sofra com cólicas muito fortes durante o ciclo ou dor, pode ser sinal de endometriose. O problema pode provocar cicatrizes nas estruturas pélvicas diminuindo a fertilidade da mulher e elevando o risco de uma gestação ectópica.

I7News