Aluno de 11 anos mata professora ,fere 6 pessoas e tira a própria vida dentro de escola

Segundo a polícia, o menino foi à escola com duas armas e abriu fogo quando a professora o trouxe de volta para a sala; 2 feridos estão em estado grave

Um garoto de 11 anos matou a tiros uma professora, feriu seis pessoas e depois cometeu suicídio nesta sexta-feira (10) em uma escola no norte do México.

As duas vítimas fatais foram o atirador, um aluno de 11 anos que tirou a própria vida, e sua professora.

Tiros em sala de aula

Segundo as primeiras versões, o menino era aluno na escola e atirou contra a professora e colegas antes de se matar. Ele teria chegado ao local com duas armas.

Mãe de menino que tentou tiroteio em escola é acusada de negligência
“Já estamos investigando, mas nem o pai do menino sabe como ele teve acesso a uma arma”, disse à imprensa o policial Maurílio Ochoa, delegado da polícia do estado de Coahuila, onde fica Torreón.

Ele explicou que, dos seis feridos, dois estão em estado grave e os outros quatro estáveis, entre eles uma professora.

Motivo fútil

Segundo o delegado, o tiroteio aconteceu depois que “o aluno pediu para sair da sala de aula, demorou, a professora foi buscá-lo e em seguida vieram os tiros”.

De acordo com pessoas próximas, o menino estava no sexto ano, tinha boas notas e era um aluno de destaque.