Auxílio Emergencial pode ser prorrogado ate o inicio da vacina

O Governo Federal já analisa prorrogar o auxílio emergencial até o inicio da vacina contra a covid-19. O Ministério já estuda formas para fazer essa prorrogação.

Um dos maiores empecilhos para que a prorrogação aconteça é a aprovação do Congresso Nacional. De acordo com a lei, o auxílio pode ser prorrogado sem que seja passado pelo Congresso, desde que o valor não seja alterado. Está previsto em lei que seja paga parcela de R$ 300. Além disso, o estado de calamidade pública vence dia 31 de dezembro de 2020.

Para as parcelas menor que R$300 que o governo deseja, é necessário que a mudança seja aprovada após votação na Câmara dos Deputados e em seguida no Senado Federal.

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) cogita novas parcelas entre R$ 200. A prorrogação do auxílio serviria tanto para ajudar na crise econômica, como na popularidade do presidente, que recebeu ajuda com o benefício. Sobre como ele será pago, há a alternativa de que o governo utilize recursos de emissão de dívida.

Fonte: Portal News