Bares poderão reabrir no final semana, mais decreto proíbe consumo de bebidas alcoólicas na Bahia

O prefeito de Salvador, Bruno Reis (DEM), confirmou nesta quarta-feira (7) que o comércio de bebida alcóolica no fim de semana segue proibido, incluindo nos bares e restaurantes que foram autorizados a reabrir esta semana.

Durante participação no programa Balanço Geral, da TV Record Itapoan, o democrata explicou que mesmo com a diminuição na “pressão” por atendimento nas UPA’s, a taxa de ocupação de leitos segue na faixa de 80%, que ainda não dá segurança para afrouxar as medidas restritivas.

A ampliação do toque de recolher para às 20h e a proibição da venda de bebidas alcóolicas foi determinado por um decreto do Governo do Estado.

Quando a Prefeitura de Salvador anunciou o plano de retomada gradual das atividades econômicas, ficou a dúvida sobre o impasse da reabertura de bares e restaurantes e a restrição do comércio de bebidas.

Bruno Reis lembrou que, na primeira onda, os estabelecimentos do tipo não voltaram a funcionar logo no retorno do comércio, diferente desta vez.

Ele se mostrou compreensivo com a categoria, mas reforçou que não só o Brasil como a capital baiana ainda vive uma grave crise sanitária e é preciso preservar o isolamento social.

“Temos sempre que dar um passo a cada momento, cada um com sua agonia. A primeira conquista é a retomada dos bares e restaurantes […] e o objetivo de se manter o toque de recolher às 20h é justamente evitar aglomerações e fim de semana proibindo a venda de bebida alcóolica”, justificou.

“Vamos avaliar esta semana como os números vão se comportar. Temos nos reunido semanalmente, governador e prefeitos, para em seguida, ver se dá para avançar”, completou.