Bolsonaro torna academias, salões de beleza e barbearias atividades essenciais

O presidente Jair Bolsonaro anunciou, nesta segunda-feira (11), que assinou decreto para incluir academias, barbearias e salões de beleza na lista de serviços essenciais. Com a decisão, esses estabelecimentos poderão funcionar mesmo com as restrições impostas ao comércio por estados e municípios para conter a disseminação do novo coronavírus (Covid-19).

Bolsonaro voltou a defender a retomada da economia para enfrentar a crise causada pela pandemia. “Vou repetir. Questão da vida do vírus tem que ser tratado paralelamente com o emprego”, disse o presidente.

Ele não detalhou se esses estabelecimentos vão ter que seguir normas para impedir o contágio. Ainda de acordo com Bolsonaro, a publicação da medida desse sair hoje. Na semana passada, Bolsonaro já havia incluído construção civil e indústria no mesmo patamar.