Burger King é interditada em Salvador por causa de aglomeração durante promoção.

Um das lojas da rede de fast food Burger King localizada na Avenida Antônio Carlos Magalhães, em Salvador, foi interditada neste sábado (31), após aglomerações no local. As informações são da Secretaria Municipal de Desenvolvimento e Urbanismo (Sedur), que fez a interdição.

A Sedur explica que de acordo com o decreto municipal 32.656/2020, é proibido a realização de eventos ou promoções que possam gerar aglomeração de pessoas por causa da pandemia do novo coronavírus.

Segundo a pasta, a loja da rede de fast food Burguer King realizou uma promoção irregular o que gerou imensas filas e aglomerações na área externa do estabelecimento. Policiais militares também participaram da ação. Um vídeo feito por um cliente mostra centenas de pessoas sem o distanciamento exigido de no mínimo 1,5 m.

A empresa realizou uma promoção do Dia das Bruxas, onde as pessoas precisavam seguir algumas regras, entre elas usar máscara, e ganhava um sanduíche. Por meio de nota, a Burger King informou que os seus colaboradores foram orientados para reforçar a necessidade do distanciamento social e uso de máscara, a fim de manter a segurança de todos os consumidores.

Disse ainda que foram contratados orientadores para as lojas com o objetivo de conter aglomerações, mas que também é necessária a colaboração e consciência de todos. A empresa informou que respeita e compreende a posição da secretaria e acatou, de imediato, a decisão estabelecida. Disse também que está seguindo, dentro de suas unidades, todos os protocolos de saúde, higiene e segurança recomendados pelos órgãos de saúde.

Nas filas formadas no estabelecimento da avenida ACM, as pessoas usavam máscara, mas os agentes municipais e militares identificaram que além da aglomeração, a temperatura não estava sendo aferida na entrada do estabelecimento.

Salvador Noticias