Coronel expulsa bombeiras de cerimônia por usarem “saias curtas”

Duas sargentas teriam sido expulsas de uma cerimônia por um coronel da corporação sob a justificativa de que as saias que elas usavam eram “curtas demais” para a ocasião. O caso, que está sendo investigado, aconteceu no dia 8 de abril deste ano, durante a formatura do Curso de Altos Estudos para Praças (Caep), no Distrito Federal.

De acordo com informações do portal Metrópoles, as duas militares usaram o mesmo fardamento de eventos anteriores, com a saia no tamanho padrão estipulado pelo regulamento da corporação.

As sargentas supostamente foram abordadas por um capitão, que transmitiu as ordens do coronel Edwin Aldrin Franco de Oliveira, chefe do Departamento de Ensino, Pesquisa, Ciência e Tecnologia do CBMDF. Elas precisaram deixar a cerimônia imediatamente durante a execução do hino nacional pela porta lateral do espaço.

Ainda segundo o portal, a dupla pediu para pelo menos cantar o hino, mas foram advertidas de que caso descumprissem a ordem poderiam sofrer sanções disciplinares. As duas saíram visivelmente constrangidas.

Em nota, O CBMDF informou a Metrópoles que “encaminhou o registro dos fatos à Corregedoria/Controladoria, visando à abertura de procedimento apuratório para que os relatos presentes na denúncia sejam esclarecidos e elucidados, assim podendo esta instituição tomar as medidas cabíveis e pertinentes ao caso”.

Metrópoles