Deputado federal chega para depor na CPI da Covid usando colete à prova de balas

O deputado federal Luís Miranda (DEM) chegou para depor na CPI da Covid usando um colete à prova de balas, e segurando uma bíblia na mão direita, na tarde desta sexta-feira (25/6). Ele e o irmão, servidor do Ministério da Saúde, Luís Ricardo Fernandes Miranda, vão depor juntos após serem convocados para falar sobre possíveis irregularidades na compra da vacina indiana Covaxin por parte do governo federal.

“Só a verdade”, disse o deputado aos repórteres que o aguardavam no Senado Federal. Segundo o parlamentar, o irmão teve de pegar um avião comercial após receber o lote de vacinas da Janssen em São Paulo. “Bolsonaro ainda vai pedir perdão para mim. Eu tenho certeza. Ele vai perceber que a equipe dele foi muito injusta”, afirmou.