Ex-PM é preso sob acusação de aplicar golpes em apps de relacionamento

Um ex-policial militar foi preso por aplicar golpes através de sites e aplicativos de relacionamento. De acordo com as investigações, Rodrigo Ferreira Rocio, 33 anos, usava o nome de “Diego” e se descrevia em busca de “alguém em paz” para atrair as vítimas. As informações são do Uol.

Segundo a reportagem, ele foi encontrado pelos agentes, em casa, em Campo Grande, na zona oeste do Rio. Rodrigo Rocio possui uma extensa ficha criminal, entre eles, por roubo de veículos. O ex-PM foi expulso da corporação por furtar armas de um quartel.

Segundo o delegado Hilton Alonso, o último caso descoberto pelos policiais teria acontecido no dia 2 de agosto, quando uma mulher denunciou ter marcado um encontro com ele pelo aplicativo de relacionamento Badoo. Ao site, a autoridade policial explicou como o esquema funcionava.

“A vítima declarou que eles nem chegaram a entrar no shopping aonde haviam marcado o encontro e já saíram em um carro. Em um determinado momento, o Rodrigo estacionou em frente a uma farmácia alegando estar com dor de cabeça e pediu para a vítima comprar remédio com R$ 5 dados por ele. A mulher deixou bolsa e os pertences dentro do veículo e, quando voltou com o remédio, ele já havia fugido do local com todos os pertences”.

“O carro usado pelo Rodrigo era alugado já que ele trabalhava como motorista de aplicativo. Ele usou a linha de celular e os dados cadastrais de uma outra vítima que relatou o mesmo modo de atuação em uma ocorrência registrada no dia 15 de julho. Caso o golpe não funcionasse, ele utilizava uma arma e anunciava um assalto”, descreve o delegado.

No momento da prisão, na última sexta-feira (4), foram encontrados com o ex-PM uma réplica de metralhadora, além de diversas mochilas e documentos de terceiros. A Polícia Civil informou ainda que outras quatro vítimas foram localizadas após a prisão de Rodrigo Rocio. Ele vai responder por furto qualificado.