Garoto Henry aparece mancando após suposta agressão. Veja o vídeo

O menino Henry Borel, de 4 anos, vítima de diversas agressões que, segundo laudos periciais, resultaram em 23 lesões que levaram à sua morte, aparece mancando em um registro rápido feito na casa onde morava com a mãe, Monique Medeiros, e com o padrasto, o vereador carioca Dr. Jairinho, que estão presos.

As imagens a seguir mostram, de acordo com a polícia, uma parte da rotina de sofrimento que a criança enfrentava desde o início do ano.

Na cena divulgada pelo G1, o menino aparece mancando e com um telefone na mão.

Segundo as diligências conduzidas pela Polícia Civil do Rio, Jairinho batia em Henry. Dava chutes, rasteiras e pancadas na cabeça da criança. A mãe tinha conhecimento das agressões desde, pelo menos, fevereiro, ainda segundo os investigadores.