Homem denuncia ter recebido cédulas falsas ao sacar dinheiro em caixa eletrônico de banco em Salvador

Técnico em eletrônica conta que recebeu nota falsa em agência no bairro da Pituba.

Um técnico em eletrônica denunciou que recebeu seis cédulas falsificadas ao fazer um saque em um caixa eletrônico da agência da Caixa Econômica Federal do bairro da Pituba, em Salvador. O caso foi registrado junto à Polícia Federal, já que a instituição financeira é de responsabilidade do governo.

Ademilson Ferreira conta que em 17 de agosto deste ano fez um saque de R$ 650. Na ocasião, ele recebeu seis notas de R$ 100, duas de R$ 20 e uma de R$ 10. No mesmo dia do saque, o técnico em eletrônica usou o dinheiro para pagar um fornecedor, mas no outro dia veio o susto. O fornecedor informou que as seis notas de R$ 100 eram falsas e que percebeu ao tentar depositar o dinheiro em outra agência bancária.

“Ele percebeu que as cédulas eram falsas. Eu vim com ele aqui na Caixa, o gerente pesquisou, viu o número de série e me deu um documento provando que a cédula era falsa”, disse Ademilson.
Até hoje o técnico em eletrônica não recebeu o dinheiro de volta.

“Marcaram 10 dias para resolver, pelo menos para ressarcir o dinheiro, e não foi feito isso. Eu voltei aqui umas 15 vezes. A explicação [da gerência] é que o Banco Central ainda não resolveu”, disse.

O advogado de Ademilson informou que vai acionar a Justiça por causa da situação.

“Vamos pedir uma indenização por danos morais, tendo em vista que o Ademilson usa esse recurso como capital de giro dele”, explicou o advogado Henrique Simões.

Em nota, a Caixa disse que as cédulas suspeitas apresentadas por Ademilson foram coletadas para encaminhamento ao Banco Central para perícia e, por causa da pandemia doa Covid-19, o prazo para resolver esse tipo de situação está demorando mais.

Ainda segundo a Caixa, o cliente foi contatado pelo banco para a prestação dos esclarecimentos necessários, sendo que as análises devem ser concluídas até sexta-feira (13). A Caixa disse que adota procedimentos previstos pelo Banco Central para verificação dos itens de segurança das cédulas, com diversos níveis de conferência, inclusive com utilização de dispositivos mecânicos.

O que fazer?

Ao sacar uma nota falsa, o cliente deve comunicar à agência onde fez saque de imediato. Se estiver fora do horário de expediente, ele deve informar e entregar cédulas no dia seguinte.

Nas duas situações, segundo o Banco Central, a agência deve restituir o valor ao cliente. É de responsabilidade do banco garantir nos caixas e no auto-atendimento cédulas legítimas e conservadas. Caso isso não ocorra a restituição do dinheiro falso pelo verdadeiro, a vítima deve procurar à polícia.

G1 Bahia.