Lanchas que fazem a travessia Salvador x Mar Grande voltam a operar finais de semana e feriados, sem rodízio de horários.

M

Desde 20 de março a travessia vinha operando com horários reduzidos por conta das medidas de combate ao coronavírus; Movimento de embarque é moderado nesta manhã..

Com as medidas de flexibilização para o transporte intermunicipal de passageiros (marítimo e rodoviário) adotadas pelo Governo do Estado, a travessia Salvador-Mar Grande iniciou as operações nesta segunda-feira (10), às 5h, quando a primeira embarcação zarpou do Terminal de Vera Cruz, na Ilha de Itaparica, com destino à capital.

O sistema está com seis embarcações em tráfego e já pode operar com saídas de meia em meia hora, mas com 50% da capacidade de cada embarcação. A expectativa da Astramab (Associação dos Transportadores Marítimos da Bahia) é que a normalização completa dos horários ocorra à medida que a demanda de passageiros for se normalizando.

Nesta manhã, o movimento de embarque nos terminais de Vera Cruz (Mar Grande) e Náutico da Bahia (Salvador), é moderado. O fluxo maior de passageiros ocorre em Mar Grande, de onde já saíram embarcações às 5h, 5h30, 6h15, 7h e 7h30. Da capital, ocorreram saídas do Terminal Náutico às 6h30, que é o primeiro horário do dia feito pela travessia em Salvador, e às 7h.

De acordo com as medidas de flexibilização do Governo do Estado, a travessia Salvador-Mar Grande pode operar das 5h às 18h30, de Mar Grande para Salvador, e das 6h30 às 20h, no sentido inverso, inclusive sábados, domingos e feriados. O sistema estava operando até a última sexta-feira (7) com horários reduzidos (10 em cada terminal) desde 20 de março, quando foi publicado o decreto estadual com as medidas restritivas para o transporte intermunicipal visando combater a disseminação do Covid-19 na Bahia.

Morro de São Paulo – A Astramab informa que a retomada das operações da travessia de catamarãs entre Salvador e o Morro de São Paulo, na Ilha de Tinharé, que integra as medidas de flexibilização do transporte intermunicipal, dependerá também da retomada das atividades de turismo em Morro de São Paulo e das ações neste sentido que deverão ser adotadas pela Prefeitura de Cairu. .

fonte: Astramab
info: ilha notícias