Lojas de ruas serão fechadas a partir de sábado, diz ACM Neto

Um dos últimos setores que resistem a fechar em meio à crise de coronavírus, as lojas e comércios de rua serão suspensos a partir do próximo sábado (28). O prefeito ACM Neto anunciou que o decreto será publicado nesta sexta-feira (27), e entrará em vigor dentro do prazo legal de 48h.

Estão isentos locais que vendam insumos para saúde, além de mercados, padarias, oficinas e outros serviços considerados importantes e que não promovam aglomeração. Para não afetar os pequenos comerciantes, foi definido que estabelecimentos com menos de 200m² estão isentos do decreto.

Neto explicou que, a pedido dos próximos comerciantes, as lojas deverão ficar fechadas até o dia 4 de abril, data que os shoppings centers voltam a funcionar. O comunicado foi feito durante transmissão ao vivo para as redes sociais, sobre as novas medidas restritivas e de enfrentamento ao novo coronavírus.

A Prefeitura se reuniu com associações de comerciantes, como a CDL e a FCDL, para discutir as possíveis saídas para minimizar o impacto do surto no setor, que já vinha sentindo o esvaziamento das cidades devido ao isolamento. Segundo Neto, alguns empresários defenderam que fosse decretado o fechamento, já que abrir os seus negócios já implica em um custo diário.

“Ouvimos diversos segmentos, nos preocupamos em ouvir o pequeno comerciante, porque sabemos que existem varias situações muito diferentes, tem as grandes redes de loja, tem os lojistas, empresários, mas tem aquele comerciante que é praticamente o patrão de si próprio, abre a loja vai pro balcão”, relatou.