Mais dois bairros vão sofrer medidas restritivas em Salvador, anuncia Neto; Pituba sai da lista

A medida de restrição no bairro da Pituba, em Salvador, foi suspensa, aunciou nesta quarta-feira (20/5) o prefeito ACM Neto. A localidade estava há uma semana com o decreto que fecha comércios e ruas, que tem como intuito o combate à proliferação do novo coronavírus. Em contrapartida, o gestor municipal anunciou que dois novos biarros passarão a sofrer medidads restritivas: Brotas e Cosme de Farias.

O prefeito, na segunda-feira (18/5), já havia suspendido a medida na Boca do Rio e na Avenida Joana Angélica. “À medida que estamos suspendo as ações no bairro da Pituba, estamos sinalizando novas medidas no bairro de Brotas (75) e Cosme de Farias (33). Somente no mês de maio tivemos quase 70 casos (da Covid-19) nos dois bairros. Foram 29 em Brotas e 29 em Cosme de Farias. A quantidade de novos casos e transmissão continuam muito alta nessas duas regiões da cidade. Vamos precisar dar uma segurada no fluxo de pessoas e comércio”, ressaltou.

O democrata deu um prazo para a novidade começar a valer. “Apartir de sexta-feira (22/5) deverão ser adequar. São 48 horas para se adequarem”, disse ainda ACM Neto, que enalteceu o resultado positivo na Pituba. Há medidas vigentes nos bairros da Liberdade, Bonfim, Lobato e Plataforma.

“Queria anunciar que hoje estamos suspendendo as medidas, foi um prazo suficiente para que houvesse a conscientização dos moradores, do comércio. Houve um impacto decisivo na redução dos casos. Foram 4388 máscaras distribuídas. Aplicamos 480 testes rápidos, destes 45 foram positivos. Conseguimos higienizar 142 diferentes ruas no bairro da Pituba. Tivemos aí na Pituba, no mês de maio um total de 18 casos. Nos últimos sete dias, tivemos seis casos confirmados na Pituba. Por quê mostrar esses números? Porque a Pituba no total de casos acumulado apresenta o maior número, desde o mês de março até agora. Essas medidas de restrição ajudaram a diminuir os números de casos”.

TRANSMISSÃO

“Ontem, nós conseguimos registrar uma taxa de transmissão de 5,7 % é a primeira vez que ela desce abaixo dos 6%. Pra que tenhamos mais de conforto e tranquilidade e permita a retomada do comércia, ressa taxa tem que descer dos 5% , mas já é um número bom. Isso não nos permite baixar a guarda, relaxar, mas indicativo positivo que estamos no caminho certo. As medidads tomadas nas quatro região já estão tendo impacto”.