Menina de 12 anos morre infestada de piolhos; pais são indiciados

Kaitlyn Yozviak teve anemia e em seguida uma parada cardíaca.

Um casal de Ivey, na Geórgia (EUA), foi indiciado por homicídio após a filha de 12 anos morrer infestada de piolhos. Kaitlyn Yozviak sofreu uma parada cardíaca desencadeada por um grave quadro de anemia causado por uma infestação de piolhos não tratada por cerca de três anos. O caso aconteceu em agosto, segundo o jornal Daily Mail. John Joseph Yozviak, 38 anos, e Mary Kathrine Horton, 37, foram denunciados pela polícia local esta semana por homicídio doloso e crueldade contra menor.

De acordo com polícia, é possível que as mordidas repetidas dos piolhos diminuíram os níveis de ferro no sangue da criança, o que provavelmente causou a anemia e pode ter desencadeado o ataque cardíaco. Em depoimento, a mãe Kaitlyn relatou aos investigadores que a filha não tinha tomado banho na última semana antes de morrer.

Local imundo

Os agentes disseram que quando chegaram à casa de Kaitlynm para socorrer a menina, encontraram um local totalmente sujo e em mal estado, com bichos cobrindo o colchão. Os vizinhos relataram à polícia que não tinham visto Kaitlyn brincando pela casa no último mês e meio. John e Mary já tinham perdido a guarda de dois filhos devido às condições inadequadas de higiene da casa. Quando Kaitlyn nasceu, os pais iriam entregá-la para a adoção, mas acabaram desistindo do processo.

Como prevenir piolhos e evitar infestação.

– Examine com frequência a cabeça de crianças;
– Não compartilhe itens que tocam a cabeça como pentes, toalhas, grampos, chapéus, capacetes e fones de ouvido;
– Troque roupas de cama rotineiramente;
– É recomendável mandar à escola crianças com os cabelos presos;
– Não armazene roupas que possivelmente estejam infestadas de piolhos ou travesseiros, cobertores em armários;
– Mantenha escovas de cabelos ou outros utensílios submersos em água quente por 10 minutos. (Piolhos morrem em menos de 48 horas sem se alimentar de sangue).

Como tratar piolho

– Roupas e utensílios pessoais de pano usados nas últimas 48 horas devem ser lavados com água em temperatura acima de 50 graus Celsius e/ou secados em máquinas de secar roupas nas mais altas temperaturas;
– Pentear o cabelo molhado com pente fino para retirada das lêndeas;
Medicação oral, apenas se orientada por um médico;
– É fundamental o tratamento dos familiares. Raramente é necessário o corte de cabelos de pessoas acometidas.
– Ainda é recomendado que continue a examinar a cabeça de crianças por duas ou três semanas após o fim do tratamento para certificar-se de que o problema tenha sido, de fato, controlado. Embora acredita-se na relação piolho e falta de higiene, o pesquisador do Instituto Oswaldo Cruz (IOC) da Fiocruz, Julio Vianna Barbosa, esclarece que não é bem assim. “Pelo contrário, piolho gosta de cabelo limpo. Por isso, quem lava o cabelo diariamente também pode ter piolho”, afirma.

O especialista também explica que, ao contrário do que todos imaginam, o piolho não pula e nem voa de uma cabeça para a outra. “Ele pode ser carregado pelo vento, porque é leve. Além disso, passa de uma cabeça para outra pelo contato direto”.

Eunanews