Modelo que acusa Neymar de estupro disse que está sofrendo perseguições e pode ser assassinada

A modelo Najila Trindade, de 26 anos, voltou a se manifestar sobre a denúncia de estupro que fez em relação ao jogador Neymar. Ao BuzzFeed, a modelo contou que vem sofrendo perseguições e desabafou: “Não tenho mais vida”.

“É mais fácil me incriminar como puta e fim, arquivar o caso. Esse mundo é uma merda. E sabe o que vai acontecer? Vão me matar e dizer que eu me suicidei, que estava mentindo e vida que segue. Mulheres continuarão a ser estupradas, violadas, violentadas e tratadas como lixo!”, disse ela, voltando a afirmar que foi estuprada pelo atleta.

Na entrevista a mulher voltou a dizer que o apartamento dela foi invadido. “Acabei de ligar para a síndica e ninguém sabe, ninguém viu. Está todo mundo de complô contra mim porque eu sou tão mentirosa, tão caluniosa…”, ironizou. “Mas, se não tivesse alguma coisa [em sua denúncia], eles não estariam com essa preocupação toda”.

“Não estariam me perseguindo, roubando meu apartamento, me ameaçando. Se eu fosse tão mentirosa, a verdade viria à tona. Mas por que estão me perseguindo tanto? Porque alguma coisa tem”, argumentou Najila. Atual advogado da modelo, Danilo Garcia de Andrade afirmou que sua cliente é vítima com palavras maldosas na internet. Disse ainda que, na quarta-feira, orientou a jovem a ficar num hotel.

Najila alega que sua vida “virou um inferno”. “Estou com muitos problemas emocionais, pressões. Minha vida está do avesso. Não como, não durmo e todo mundo me exige entrevistas”, disse. “Pelo amor de Deus, não sou de ferro! Todo mundo sendo comprado. Ele [Neymar] pode ter dinheiro. Pode comprar o mundo! Mas estou falando a verdade”, declarou.