Morador de rua apresenta sintomas do coronavírus e não é acolhido pelo SAMU por não ter ‘roupa adequada’

Uma leitora do Varela Notícias fez uma denúncia anônima, nesta quarta-feira (25), sobre a situação de um morador em situação de rua, que se encontra na Vila Sabino, no Avenida San Martin, em Salvador, com sintomas do coronavírus.

De acordo com a leitora, no último sábado (21), o homem começou a ter febre, dificuldade de respirar, diarreia e dor no peito. Ainda segundo ela, o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) fez três visitas ao local, no domingo, segunda e na última terça, mas no último chamado, a equipe disse que não poderia levar o morador.

Ao VN, a leitora afirmou que a justificativa seria a falta de ‘roupas adequadas’, visto que o homem apresentava todos os sintomas do novo vírus e poderia transmitir para outras pessoas.

No último dia 21, profissionais de saúde do Samu chegaram a solicitar materiais adequados para atender em casos de sintomas do coronavírus. Eles afirmaram que a segurança dos enfermeiros fica desassistida com os equipamentos de proteção individual disponibilizados.

Conforme o Artigo 64, do Código de Ética dos profissionais de Enfermagem, é direito “recursar-se a desenvolver atividades profissionais na falta de material ou equipamentos de proteção individual e coletiva definidos na legislação específica”.

O Varela Notícias procurou a Secretaria Municipal de Saúde (SMS), responsável pelo Samu em Salvador, para buscar esclarecimento sobre o ocorrido. A pasta informou que estava apurando os chamados para confirmar se houve a situação citada na denúncia. Em nota, a SMS informou que vai apurar a ocorrência junto com o SAMU e que qualquer denúncia e suspeita sobre a doença pode ser contemplada através do setor implantado pela gestão.