Morre médico e pesquisador baiano Zilton Andrade, aos 96 anos; “um exemplo de amor à ciência”

O médico e pesquisador Zilton Andrade faleceu nesta quarta-feira, (22/7), aos 96 anos. Segundo o governador Rui Costa, que divulgou a notícia em suas redes sociais, ele foi “um dos mais respeitados patologistas do Brasil, responsável por estudos que ainda hoje servem de referência para cientistas de todo o mundo”.

O governador foi além: “com muita sabedoria, Dr. Zilton ensinou seus alunos que é preciso tratar o doente, e não a doença. Foi um exemplo de amor à ciência. Aos seus familiares, amigos, alunos e colegas de profissão, meus sentimentos neste momento de dor”, diz a publicação.

O médico era natural de Santo Antônio de Jesus e se formou em medicina pela UFBA, em 1950. Zilton Andrade recebeu condecorações da Ordem Nacional do Mérito Científico em duas ocasiões: a primeira com título de Comendador (junho/1995) e a segunda com título de Grã-Cruz (junho/2004). O foco da sua pesquisa era leishmanioses, doença de Chagas, doenças infectuosas e parasitárias, esquistossomose e fibrose hepática.

AratuOn