Mulher é assaltada, assediada e ferida com uma seringa em Salvador

Uma mulher de 36 anos foi assaltada, assediada e ferida com uma seringa, na manhã desta quarta-feira (07), no estacionamento próximo ao Hospital das Clínicas, em Salvador. Segundo informações obtidas pelo site , a vítima, que trabalha na unidade de saúde, foi deixada pelo marido no local por volta das 6h30. Enquanto esperava o horário para entrar, foi abordada pelo suspeito no estacionamento pedindo uma informação.

Ao se aproximar, o homem anunciou o assalto e pediu o celular. Como a mulher tinha esquecido o aparelho em casa, foi arrastada pela mochila para uma escada, ao lado da biblioteca, onde apalpou os seus seios. Segundo informou a vítima, que fez o boletim de ocorrência na 1ª Delegacia Territorial, o suspeito disse que ela estava com sorte, e que não faria nada, pois alguém poderia aparecer.

O homem a feriu com uma seringa e fugiu levando a bolsa da mulher com documentos e R$ 600, que ela tinha levado para pagar o caixa de um colega de trabalho.

A vítima correu e pediu ajuda para o vigilante. Ela foi medicada, fez exames, incluindo de HIV, e vai precisar tomar um coquetel por 30 dias.

O Hospital das Clínica afirmou que a área em que a mulher, que é funcionária de empresa terceirizada, foi abordada não faz parte do Hospital das Clínicas. O hospital prestou os primeiros atendimentos, para ela receber as medicações preventivas corretas.