Mulher some após sair pra fazer caminhada e volta no outro dia dizendo que foi atacada por ” Gafanhoto Tarado “

Uma mulher identificada como Mayra de 23 anos, estava desaparecida desde a noite de segunda-feira (29) após ter saído para fazer uma caminhada. A jovem reapareceu às 7hs da manhã deste terça-feira (30).

A vítima alegou para o marido e familiares que foi atacada por um “Gafanhoto Tarado”, uma espécie de gafanhoto que só ataca mulheres, e que passou a noite na casa de uma amiga mas não lembra de nada, e só de manhã resolveu ir casa. O que chamou muita atenção foi as marcas de chupadas no pescoço da jovem, onde ela afirmou ter sido o gafanhoto.

Na noite anterior ao suposto ataque a jovem e teria avisado ao marido que iria fazer uma caminhada na avenida da cidade para perder calorias, e foi então quando houve o ataque.

O delegado que investiga o caso disse que “se ela foi mesmo atacada por um gafanhoto que ainda não deu para perceber, mas uma coisa é fato. Estes gafanhotos gostam muito de cerveja, pois o cheiro está impregnado nas roupas dela”.

O caso

Familiares de Mayra Figueiredo da Cruz, 23, notificaram seu desaparecimento na segunda-feira (29) relatando que a última vez que havia sido vista foi quando teria afirmado para o marido que iria ao fazer caminhada, numa avenida de Cachoeirinha, Município em Pernambuco.
Desde a comunicação do fato, a Polícia Civil empreendeu diligências com a objetivo de localizar a mulher mas sem sucesso.

Parentes da jovem chegaram a receber telefonema no dia seguinte ao desaparecimento, onde um homem que não se identificou teria dito que viu a jovem entrando em um motel na garupa de uma moto honda pop vermelha.
No entanto a jovem retornou para sua casa no dia seguinte alegando que foi atacada por um gafanhoto e teria se escondido na casa de uma amiga por ta com medo do bicho. Porém não soube dizer quem era essa amiga.