Parceiro de “Roceirinho”, “Coroa” de Maragogipe morre em confronto durante operação da PM

O “Três de Copas” do Baralho do Crime da Secretaria da Segurança Pública da Bahia morreu em confronto com a polícia na manhã desta segunda-feira (22/1) no município de Maragogipe, a 140 km de Salvador.

Segundo a Polícia Militar, guarnições foram acionadas e alertadas sobre o crime de tráfico de drogas na localidade de São Roque do Paraguaçu. No local, os agentes foram recebidos a tiros por Edinaldo dos Santos, conhecido como “Coroa” ou “Nai”.

O criminoso era um dos mais procurados da região de Santo Amaro, no Recôncavo Baiano. No revide, Edinaldo e um comparsa foram atingidos. A dupla chegou a ser socorrida para uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA), mas não resistiu aos ferimentos.

Com os suspeitos, a polícia apreendeu uma pistola, uma espingarda, 316 pinos de armazenamento de entorpecentes, 360 gramas de cocaína e 1,45 kg de maconha.

Participaram da ação guarnições das 20ª e 27ª Companhias Independentes (CIPMs/ Santo Amaro e Cruz das Almas), além de apoio da Companhia Independente de Policiamento Especializado (Cipe/Litoral Norte).

Edinaldo, segundo investigações em andamento realizadas pela Polícia Civil, fazia parte da liderança do grupo criminoso Katiara na célula localizada no Recôncavo da Bahia. O grupo é chefiado na Bahia por Adilson Souza Lima, conhecido como “Roceirinho”.

Reportagem do Aratu On mostrou no último dia 10 de fevereiro que ele será transferido para um presídio de segurança máxima nacional.

AratuOn