Polícia investiga quem organizou a festa na casa de Elba Ramalho em Trancoso; cantora estava na igreja

A 23ª Coordenadoria Regional de Polícia do Interior (Coorpin/Eunápolis) determinou, na tarde desta quarta-feira (30/12), que a Delegacia Territorial (DT) de Arraial D’Ajuda investigue a festa encerrada, na noite de ontem, em Trancoso, distrito do município baiano de Porto Seguro. O evento acontecia em uma casa que pertence a cantora Elba Ramalho, mas ela afirma que o imóvel estava alugado desde o natal até a próxima segunda (4/1).

Segundo a Secretaria de Segurança Pública (SSP), os organizadores do evento que contrariou decreto estadual que impede festas e aglomerações serão convocados a prestar esclarecimentos. Cerca de 700 pessoas estavam no local e há suspeita de que os ingresssos estavam sendo vendidos pela internet.  “A Polícia Civil vai ouvir também os militares que encerraram o evento e apurar como ocorreram a divulgação e a venda de ingressos”, declarou o titular da 23ª Coorpin, delegado Moisés Damasceno.

Elba se pronunciou durante a manhã, em suas redes sociais. “E… eu não sabia que a casa estava tendo uma festa dessa proporção. No momento da festa, eu estava exatamente na igreja, assistindo a uma missa…tudo isso que tá acontecendo é chato, porque eu procuro dar bom exemplo. Eu sou uma pessoal extremamente responsável”, disse a artista.