Polícia prende 2 suspeitos de ajudar Lázaro em fuga ” Ele já está longe e fora do cerco policial”

O secretário da Segurança Pública de Goiás, Rodney Miranda, disse em entrevista coletiva, na noite desta quinta-feira (24), que duas pessoas foram presas sob suspeita de ajudar na fuga de Lázaro Barbosa, que é apontado como serial killer do Distrito Federal.

Segundo o secretário, os dois detidos “são psicopatas” que atuavam de forma para facilitar a fuga de Lázaro. Com a dupla, foram apreendidas armas de fogo, sendo que uma delas foi furtada em uma das residências invadidas pelo acusado, e 50 munições.

Rodney disse que Lázaro foi visto também nesta quinta-feira. Segundo ele, a princípio, as informações eram de um vulto e, depois, foi confirmado que se tratava do acusado. Agora, a polícia segue atuando na região de Girassol, no município de Cocalzinho de Goiás, fechando o cerco e delimitando a área de buscas.

O secretário disse ainda que as forças de segurança conseguiram atingir o primeiro objetivo, que é fazer com que Lázaro deixasse de cometer novos crimes. No entanto, Rodney destaca que, além dos crimes já conhecidos atribuídos ao acusado, a polícia apura que ele cometeu pelo menos outros pelo menos outros sete delitos, entre eles latrocínios e homicídios.

Nesta quinta-feira, dois helicópteros foram acionados, houve reforço no número de viaturas mobilizadas e o secretário Rodney se dirigiu a região de buscas intensas no município de Girassol, que teve seu acesso fechado à imprensa por uma barreira policial.

As equipes passaram por lá por volta de 14h às 17h, quando voltaram para a base, montada em uma escola municipal. No início da noite as equipes retornaram à região, onde quatro peritos foram acionados, e por volta das 19h40 deixaram a área em direção à base.

Na região, pela manhã, houve um tiroteio registrado por equipes da Record TV. Em uma área próxima, um caseiro relatou na quarta-feira que trocou tiros com um homem que poderia ser Lázaro, mas não soube informar se o suspeito foi atingido.

Na terça-feira (22), os policiais encontraram um carro abandonado e incendiado na região conhecida como Gruta dos Ecos, na saída do distrito de Girassol, em Cocalzinho de Goiás. A polícia e a perícia foram delocadas para o local para coletar impressões digitais do automóvel.