O histórico prédio da Casa Nobre, também conhecido como Palacete Saldanha, foi colocado à venda por mais de R$ 10 milhões. Segundo informações publicadas pelo Tribunal Regional do Trabalho da 5ª Região (TRT5), imóvel pode ser adquirido em procedimento de alienação judicial e a verba será utilizada para o pagamento de dívidas trabalhistas.

Em nota, o TRT5 informou que o espaço foi reavaliado em R$ 10.150.000,00 em outubro de 2022 e pode ser adquirido através de procedimento de alienação judicial, conforme determinação da juíza Jaqueline Vieira Lima da Costa, da Secretaria de Execução e Expropriação.

O edital de alienação detalha a penhora feita em um processo contra o Liceu de Artes e Ofícios da Bahia. O documento indica forma e condições de pagamento, assim como a maneira que os interessados devem apresentar as propostas de aquisição.

A venda será efetuada com a escolha da melhor proposta a ser apresentada através dos leiloeiros credenciados ao TRT-5. Não há lance mínimo fixado.

Sobre o prédio histórico

O Palacete Saldanha fica rua Guedes de Brito, nº 14, Praça da Sé – no Centro Histórico de Salvador. Segundo o edital de alienação, disponível também na página de Leilões e Alienações por Iniciativa Particular do portal do Tribunal, o imóvel é um prédio tombado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN).

Ele possui quatro pavimentos (subsolo, térreo, 1º andar e 2º andar), cerca de 20 cômodos de várias dimensões, capela, salão de exposição e auditório, com uma área construída de 7.822,14 m².

A área total alcança 780,07m² e parte está inacabada. Ainda segundo o TRT, o bem encontra-se registrado no 5° Ofício do Registro de Imóveis e Hipotecas de Salvador.

iBahia