Prefeito de Manaus vai abrir 22 mil sepulturas para enterrar as vítimas

Com o aumento desenfreado de internações pela covid-19, com os dados dos 9 primeiros dias de janeiro superando o número de internações de todo o mês de dezembro, o prefeito de Manaus declarou em entrevista à CNN, que uma de suas primeiras medidas contra o coronavírus será a abertura de 22 mil sepulturas para enterrar verticalmente as vítimas.

“Estamos providenciando, com urgência, a construção rápida de aproximadamente seis mil de um total de 22 mil covas. Nós estamos contratando de forma emergencial para que nós possamos garantir que as famílias possam ter os seus entes queridos sepultados de uma forma digna”, disse Almeida, após detalhar o plano de enterrar os corpos de vítimas da covid-19 em pé.

Neste Domingo, Manaus registrou 144 sepultamentos, 62 por coronavírus