Salvador pode amanhecer sem ônibus nesta quarta-feira

83363

Presidente do Sindicato dos Rodoviários e vereador de Salvador, Hélio Ferreira (PCdoB), deixa a população em alerta devido a deflagração de greve da Polícia Militar da Bahia (PM-BA).

Enquanto não forem divulgadas informações oficiais não haverá um posicionamento, Mais alguns ônibus podem para de circular em algumas regiões e dependendo a cidade pode amanhecer sem coletivos nas ruas.
A PM-BA decidiu, em assembleia da categoria realizada nesta terça-feira (8), decretar greve em todo o estado. De acordo com o deputado estadual Soldado Prisco (PSC), que conduz o movimento, a mobilização deflagrada, chamada de “segurança por segurança”, conta com a adesão de 10 mil policiais que votaram por unanimidade pela greve. A Secretaria de Segurança Pública (SSP-BA) nega a existência de um movimento paredista e trata a mobilização como um “pequeno movimento”.