Salvador: taxa de ocupação de leitos de UTI cai para 60% e cidade pode iniciar fase dois na próxima segunda

A taxa de ocupação de leitos de UTI exclusivos para pacientes com a Covid-19 caiu para 60% nesta quinta-feira (6/8), segundo a Prefeitura de Salvador. Esse é a menor já registrada desde que o percentual é calculado, no início de maio. Assim, a fase dois da retomada das atividades econômicas já pode acontecer na próxima segunda-feira (10/8).

O protocolo elaborado pela Prefeitura e Governo do Estado prevê que, entre as fases de reabertura, é preciso que haja um intervalo de 14 dias, que já foi cumprido. Além disso, para o começo da fase dois, é preciso que a taxa esteja em no máximo 70% por cinco dias, que podem ser contados dentro do ciclo de intervalo. A contagem começou no último domingo (2/8), já completando cinco dias, mas o prefeito ACM Neto planeja a abertura para a partir de segunda (10/8), para evitar aglomerações em bares e restaurantes no Dia dos Pais.

Segundo os dados da prefeitura, na semana passada, a quinta-feira (30/7) teve taxa de ocupação 68%, subindo para 70% no dia seguinte. Na última terça (4/8), o valor voltou a 68% e, nesta quarta (5/8), alcançou 67%, chegando agora ao recorde de 60%.

O QUE ABRE

Na fase dois poderão reabrir, mediante a obediência dos protocolos geral e específico, academias de ginástica e similares; barbearias, salões de beleza e equivalentes; centros culturais, bibliotecas, museus e galerias de arte; lanchonetes, bares e restaurantes.

AratuOn