SESAB nega aplicação de vacinas com validade vencida

Em nota enviada a imprensa na tarde desta sexta-feira (2), a secretaria da Saúde do Estado esclarece que não houve aplicação de doses de vacina contra Covid-19 com data de validade vencida em Salvador e outros municípios, a exemplo de Juazeiro, como está sendo erroneamente divulgado.

“Conforme explica a superintendente de Vigilância e Proteção da Saúde (Suvisa), Rívia Barros, os imunizantes foram aplicados no prazo de validade, mas a notificação, ou seja, o registo no sistema do Ministério da Saúde ocorreu depois da data de vencimento da vacina”, diz o texto.

“A Sesab acrescenta que pode também ter acontecido um erro de digitação no sistema do MS”, completa.

A posição vem após o jornal Folha de S. Paulo divulgar que 26 mil doses da Astrazeneca havia sido aplicada no Brasil após o vencimento. Diversas cidades na Bahia teriam recebido e aplicado as vacinas dos lotes vencidos, fato contestado pela Sesab e também pela prefeitura de Salvador.

BNews