Sobrinho de Bolsonaro é flagrado com dinheiro na cueca

Oprimo dos filhos do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), Leonardo Rodrigues de Jesus, conhecido como Leo Índio, trabalha no gabinete do senador afastado Chico Rodrigues (DEM-RR) que era vice-líder do governo no Senado e foi flagrado pela Polícia Federal (PF) com dinheiro em espécie escondido nas nádegas.

Leo Índio é lotado no gabinete desde abril de 2019 e recebe um salário bruto de R$ 14.802,41. Leo é filho de Rosemeire Nantes Braga Rodrigues, irmã de Rogéria Nantes, mãe dos três filhos políticos de Bolsonaro.

Relembre: 

Nesta quarta-feira (14) foram cumpridos mandados de buscas no âmbito da Operação Desvid-19, autorizada pelo Supremo Tribunal Federal (STF), e que apura o desvio de recursos destinados ao combate da Covid-19 em Roraima.

Um dos locais que os mandados foram cumpridos foi na residência do senador e vice-líder do governo Bolsonaro, Chico Rodrigues (DEM), em Boa Vista. De acordo com a revista Crusoé, foram apreendidos R$ 30 mil no local.

No entanto, o que chama atenção são os detalhes escatológicos do acontecido. Segundo a publicação, parte do dinheiro foi encontrada pelos agentes de PF entre as nádegas do senador. Chico, que ganhou os holofotes por empregar Léo Índio — amigo pessoal de Carlos Bolsonaro — em seu gabinete, ainda não se pronunciou sobre o ocorrido.