Taxista é baleado enquanto transportava passageiros no Centro de Salvador

Taxista é baleado enquanto trabalhava após perseguição no centro de Salvador
Taxista é baleado enquanto trabalhava após perseguição no centro de Salvador

Um taxista foi baleado na Avenida Sete de Setembro, no Centro de Salvador, na manhã desta sexta-feira (9). O homem foi atingido por disparos na perna e no quadril e o veículo ficou com pelo menos oito marcas de tiro na parte lateral e no parabrisa.

De acordo com o presidente da Associação Geral dos Taxistas de Salvador, Denis Paim, o taxista foi atingido durante uma perseguição. Ele iniciou a corrida na Avenida Sete e transportava três passageiros quando foi emparelhado por outro veículo.

Segundo Denis, testemunhas contaram que os ocupantes do outro ordenaram que o taxista parasse o veículo e, com medo, ele acelerou. Foi iniciada uma perseguição e depois efetuado os disparos. O motorista está internado em estado grave no Hospital Geral do Estado (HGE).

“Ele se encontra no centro cirúrgico. Um [tiro] pegou na perna e o outro pegou nos quadris. É a realidade da violência não declarada em Salvador e isso os taxistas têm sido vítima”, disse Dênis.
Segundo ele, somente o taxista foi atingido. Não há informações sobre o estado de saúde dos passageiros do táxi, nem detalhes sobre a autoria ou motivação do crime.

Por meio de nota, a Polícia Militar confirmou a versão do presidente da Associação Geral dos Taxistas de Salvador, Denis Paim, e detalhou que o 18º Batalhão foi acionado com a informação de um homem, ferido por arma de fogo, foi socorrido pelo Salvar na sede do Corpo de Bombeiros, na Barroquinha, onde ele pediu ajuda.

A polícia detalhou que o fato aconteceu às 5h, na Rua Carlos Gomes, após o antigo Cine Bahia. Após a fuga dos autores dos disparos, a vítima conduziu o veículo até a sede do Corpo de Bombeiros, onde pediu socorro. Os passageiros não ficaram feridos, reforçou a polícia.

O homem que seguia como passageiro do táxi deixou o local, e a mulher, que também estava no veículo, seguiu com a vítima na ambulância do Salvar até o HGE. A polícia não tem detalhes sobre o homem e a mulher.

A Associação Geral dos Taxistas de Salvador ainda informou que este foi o segundo caso de motorista de táxi baleado em Salvador em nove dias do mês de julho.

G1 Bahia.