Traficantes usam foto de Bolsonaro em embalagem de cocaína para indicar “droga de qualidade”, diz polícia

Fotos do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) estão sendo utilizadas por traficantes em embalagens de pinos de cocaína para a venda pelo tráfico, em São Paulo. Segundo a polícia, o objetivo seria indicar aos clientes a droga que possui melhor qualidade.

Um dos traficantes que utilizou a foto do presidente é Rodieri Levi da Silva Cardoso, condenado a cinco anos e dez meses de prisão na semana passada em Lençóis Paulista, no interior de São Paulo. A Polícia Militar encontrou 86 pinos de cocaína com adesivos de Bolsonaro em sua casa, além de uma porção de 20,7 gramas da droga e uma balança de precisão. As informações são do Portal Uol.

Outros casos semelhantes já foram descobertos pela polícia no Estado. Em Mogi Mirim, por exemplo, embalagens de maconha tinham a inscrição “Bolso Bek” e a imagem do presidente. De acordo com um policial “eles usam mais por status” e não há diferenciação alguma na qualidade da droga.

Rodieri negou à Justiça ser traficante e disse que a droga encontrada na sua casa foi plantada pelos policiais, que teriam ameaçado prender seus familiares se ele não assumisse o crime. O juiz Jose Luis Pereira Andrade não aceitou as alegações. Ao condená-lo, citou o fato de que os próprios familiares do acusado admitiram que ele comercializava drogas. Rodieri já recorreu da decisão.

AratuOn