“Transporte público é o principal vetor de transmissão da Covid-19”, diz Neto

O gestor citou o grande uso da populção mais pobre, para se deslocar aos seus trabalhos.

Durante coletiva na manhã desta quarta-feira (8), o prefeito de Salvador, ACM Neto, falou da impossibilidade de parar o transporte público na capital baiana. O gestor citou o grande uso da populção mais pobre, para se deslocar aos seus trabalhos.

“Como esperar que as pessoas mais pobres possam se deslocar para os seus trabalhos sem o transporte público, impossível. É algo que jamais cogitamos, parar o transporte público de Salvador, ao contrário, nós sempre se preparamos para uma realidade de sistema de transporte que já tinha problemas”, disse o prefeito.

ACM Neto ainda citou a cidade de Florianópolis, que paralisou o sistema de transporte público por três meses, por conta da pandemia do novo coronavírus. O mandatário também falou que se fosse fazer o mesmo em Salvador, seria praticamente um lockdown, já que boa parte da população utiliza o transporte público.

“Das atividades que estão permitidas, o transporte público é o principal vetor de transmissão da Covid-19. Uma cidade que pode se dar o luxo de suspender o transporte público sem prejudicar a população, vai conseguir resultados muito mais efetivos em relação as taxas de contaminação”, afirmou.

“Salvador por exemplo não faz parte dessas cidades, nós aqui jamais poderiamos cogitar a suspensão completa do transporte, porque na prática significaria que estariamos decretando lockdown. Afinal de contas boa parte da população depende do transporte público”, finalizou ACM Neto.

Varela Notícias