Uefs abre cotas para trans, travestis, ciganos e pessoas com deficiência em 2020

114

A Uefs vai reservar, em cada curso, mais três “sobrevagas”, que são vagas além das previstas para o semestres.

A Universidade Estadual de Feira de Santana (Uefs), localizada a 100 km de Salvador, vai abrir um sistema com novas cotas destinadas a transexuais, travestis, transgêneros, ciganos, quilombolas e portadores de deficiência. As cotas vão estar disponíveis a partir do segundo semestre de 2020, segundo informação foi divulgada pela instituição, na noite da última quarta-feira (16).

Além das duas vagas já existentes para indígenas e quilombolas, a Uefs vai reservar, em cada curso, mais três “sobrevagas”, que são vagas além das previstas para o semestres.

De acordo com a universidade, a decisão “é uma demonstração de compromisso com as transformações sociais e uma tentativa de igualdade de oportunidades”.

Varela Notícias