Uma pessoa morreu e outras 30 ficaram feridas dentro de um avião após uma turbulência, nesta terça-feira (21). Um Boeing 777 da Singapore Airlines fazia o voo Londres-Singapura.

Faltando 1h30 para o pouso, o comandante anunciou a emergência e fez um pouso não programado em Bangkok, na Tailândia, onde os feridos receberam socorro.

No avião, estavam 211 passageiros e 18 membros da tripulação na aeronave. “O voo Singapore Airlines #SQ321, operando de Londres (Heathrow) a Singapura em 21 de maio de 2024 encontrou turbulência severa durante o percurso. A aeronave alternou para Bangkok e pousou às 15h45 no horário local (5h45 de Brasília)”, disse em nota a companhia aérea.

O avião teve uma queda repentina de 1.000 metros. “Até as 19h50 do horário de Singapura (8h50 de Brasília), 18 indivíduos se encontravam internados. Outros 12 estão recebendo atendimento no hospital. Os demais passageiros e tripulação estão sendo examinados e recebendo tratamento, se necessário, no Aeroporto Internacional Suvarnabhumi em Bangkok”, diz a Singapore Airlines.

O passageiro Dzafran Azmir, de 28 anos, que estava a bordo do avião, falou sobre a turbulência. “De repente, a aeronave começou a inclinar e tremer, então comecei a me preparar para o que estava acontecendo, e de repente houve uma queda muito dramática, sendo que todo mundo que estava sentado e sem cinto de segurança foi lançado imediatamente para o teto.”

Jornal Correio