Vídeo: Motorista de aplicativo se recusa a transportar transexuais e agride uma delas

Duas mulheres transexuais denunciaram que foram agredidas por um motorista de aplicativo, na manhã desta quinta-feira (6), em Brasília. Segundo elas, o motorista se recusou a transportá-las ao perceber que as passageiras eram transexuais.

Um vídeo que circula nas redes sociais mostra o homem descendo do carro, abrindo a porta traseira e pedindo que elas saiam do veículo. Quando elas se negam a deixar o carro, ele agride uma delas.

De acordo com a diretoria da Uber, o motorista já foi suspenso do aplicativo. “Não toleramos qualquer forma de discriminação em viagens realizadas na plataforma”, disse a empresa.

O caso foi registrado na Delegacia Especial de Repressão aos Crimes por Discriminação Racial, Religiosa ou por Orientação Sexual ou Contra a Pessoa Idosa ou com Deficiência (Decrin) e também está sendo apurado pela Comissão de Direitos Humanos da Câmara Legislativa do Distrito Federal (CLDF).

Veja vídeo: