Pai pede socorro após filho ter pênis amputado em cirurgia de fimose

601

“O caso é complexo e ainda não sei quanto será o custo. Não temos recursos, mas estamos correndo atrás e esperamos contar com ajuda de um especialista para a recuperação do meu filho”. O apelo foi feito na noite desta quarta-feira (16), em entrevista ao Estado de Minas, pelo estudante de engenharia Alberthy Rocha Amaral Camargos. O filho dele, um menino de 3 anos, teve o pênis amputado durante uma cirurgia de fimose realizada no Hospital Municipal Dr. Carlos Marx, em Malacacheta, no Vale do Rio do Doce.

Foi iniciada uma campanha na internet (vaquinha eletrônica) para arrecadar recursos para a cirurgia reparadora na criança. Alberthy, de 24, afirma que o filho foi vítima de erro médico.

O caso é investigado por meio de inquérito policial, presidido pela delegada Mariana Grassi Ceolin, da delegacia de Polícia Civil de Teófilo Otoni, que responde pela comarca de Malachacheta.

O pai informou que, nesta quinta-feira (17), vai levar o menino a Teófilo Otoni para exame de corpo de delito, procedimento da investigação.